Para compreendermos sobre Nano CBD é necessário entendermos o que é Biodisponibilidade.

Biodisponibilidade se refere a taxa de uma substância administrada que é biologicamente disponível para atuar no sistema alvo e gerar o efeito para o qual foi administrada.

No caso do CBD, o alvo é o sistema endocanabinóide.

Se ingerirmos uma solução de CBD por exemplo, quanto dessa solução vai para o nosso sangue?

Sabemos que os óleos de CBD tradicionais têm baixa absorção porque se diluem pouco no aparelho digestivo, óleo não se dilui facilmente em nosso organismo que é constituído principalmente de água. Além disso os óleos de CBD tradicionais são constituídos por moléculas grandes que enfrentam dificuldades para atravessar as células do intestino.

Vamos ver um exemplo: Digamos que a biodisponibilidade de um “remédio X” usado para aliviar a dor fosse tão baixa que se ingeridos 500mg, somente 10mg fosse realmente para sua corrente sanguínea. Somente 10mg dos 500mg que você ingeriu estaria disponível para causar o alívio da dor. Entendeu o raciocínio?

Pois bem, para solucionar esse problema e melhorar a biodisponibilidade do Canabidiol, produtos desenvolvidos por meio de nanotecnologia são reduzidos a tamanho pequeno o suficiente para se dispersar facilmente pela água, se tornar solúvel e adentrar pelas células intestinais.

Isso significa mais Canabidiol absorvido e biodisponível no organismo. → MAIOR ABSORÇÃO.

Significa que você precisa usar menos, fazendo seu produto durar mais. → ECONOMIA $$