Blog

O que é medicina alternativa?

A medicina alternativa é a prática de tratamento de doenças sem o uso de remédios controlados. A principal característica desta prática é que o tratamento está focado no doente e não no sintoma da doença, o paciente é tratado como um todo, envolvendo as características físicas, mentais, emocionais e espirituais.

São procedimentos não considerados partes da medicina convencional, também conhecida como alopatia, praticadas por médicos e profissionais como psicólogos, fisioterapeutas e enfermeiros.
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as terapias alternativas podem ser definidas como um conjunto de práticas que seguem e fazem parte da tradição de cada país, não sendo reconhecida cientificamente. No entanto, é considerada como um complemento para a medicina tradicional e pode ser utilizada sem maiores problemas.

As terapias alternativas possuem diferentes formas de acesso. Como:
Terapias que adotam o uso interno de substâncias de origem vegetal, animal ou mineral, que podem ser concentradas (Ayurveda, Fitoterapia), diluídas (Homeopatia, Florais e Aromaterapia), ou que utilizam meios físicos (Hidrocolonterapia, Ayurveda, Acupuntura, Moxabustão e Quiropraxia);


Terapias que adotam o uso externo de substâncias de origem vegetal, animal ou mineral (Ayurveda, Cristaloterapia e Hidroterapia);

Terapias que não utilizam substâncias (Cromoterapia, Reiki e Calatonia).
Alguns dos exemplo mais comuns e usados são:


Homeopatia: A Homeopatia faz parte deste por desenvolver remédios extraídos de plantas, minerais, vegetais e entre outros componentes com a finalidade de oferecer uma prevenção e tratamento diferenciado para as doenças e pessoas sadias. A ideia da homeopatia é de que existe um desequilíbrio no organismo das pessoas, esse desequilíbrio pode ser restaurado por meio de medicamentos naturais e manipulados que estimulam o organismo a combater as doenças.
Clique aqui e saiba mais sobre Homeopatia.


Fitoterapia: A fitoterapia consiste no uso exclusivo de plantas e das suas substâncias para o desenvolvimento de remédios com a finalidade do tratamento e prevenção de doenças que afetam o organismo do corpo humano. Diferente da homeopatia, não utiliza princípios ativos isolados de componentes como minerais. É considerada também uma terapia alternativa e pode ser utilizada na complementação de tratamentos realizados pela clássica medicina ocidental.

Acupuntura: Também originada dos antigos chineses, a acupuntura é uma técnica milenar onde se utiliza agulhas em determinados pontos do corpo humano para estimular as terminações nervosas e enviar mensagens até o cérebro, agindo diretamente no corpo. Pode ser utilizada para tratar doenças respiratórias, distúrbios de sono, problemas gastrointestinais, entre outros males e doenças. Não é reconhecida como uma prática médica, mas sim como complementar a medicina alternativa, existindo até pesquisas que comprovam a sua eficiência. Esta prática deve ser realizada apenas por especialistas e profissionais qualificados.

Aromaterapia: A aromaterapia utiliza de fragrâncias e óleos para estimular o bem-estar e a saúde do corpo humano. Por meio do olfato e de momentos diários de tratamento é capaz de tratar disfunções orgânicas e doenças psicológicas. Também é uma técnica bastante antiga e é muito utilizada para complementar a medicina tradicional. São extraídos óleos de plantas, raízes, ervas, sementes, madeiras e outros elementos encontrados na natureza para realizar os tratamentos.

Reflexologia: Esta técnica é utilizada pelos acupunturistas e fisioterapeutas. Consiste em pressionar e utilizar de pressão para equilibrar as energias do corpo, seguindo o mesmo princípio da acupuntura, estimular o corpo para combater doenças físicas e psicológicas por meio do controle do equilíbrio da energia. São realizadas pequenas massagens com a finalidade de curar os pontos que estão em desequilíbrio.

São consideradas também práticas de medicina alternativa:
Arteterapia;
Auriculoterapia;
Ayurveda;
Biodança;
Cromoterapia;
Fitoterapia;
Florais de Bach;
Iridologia Magnetoterapia;
Medicina natural;
Medicina ortomolecular;
Medicina tradicional chinesa;
Musicoterapia;
Osteopatia;
Quiropraxia;
Reflexoterapia;
Reiki;
Shiatsu
Tratamento espiritual.

As práticas de terapias alternativas podem oferecer muitos benefícios para a nossa saúde. Consulte um médico e experimente algum método que você se sinta seguro, sempre com acompanhamento de um profissional e veja os resultados no seu corpo.

Alguns dos seu benefícios são:
São tratamentos naturais;
Não possui contra indicações;
Os remédios são diretamente extraídos da natureza;
Evita efeitos colaterais;
Integração e harmonização do organismo;
Previne doenças;
Trabalha o corpo e mente;
Melhora a qualidade de vida;

Fonte: Vitta | Saude.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *