Como a cannabis medicinal pode auxiliar no tratamento do câncer?

Aproximadamente 1/3 dos tipos de câncer em adultos podem ser evitados. É importante estar ciente dos sinais e sintomas mais comuns do câncer para lutar contra essa enfermidade. 

Os sinais podem incluir:

  • Protuberância anormal ou inchaço no pescoço, mama, abdome, testículo ou em outro local do corpo.
  • Cansaço inexplicável e perda de energia.
  • Hematomas frequentes.
  • Sangramento anormal.
  • Dor contínua.
  • Febre ou sintomas inespecíficos que não melhoram.
  • Dores de cabeça frequentes, muitas vezes com vômitos.
  • Alterações na visão ou mudanças repentinas de comportamento.
  • Perda de apetite ou perda de peso não planejada.
  • Aparecimento de pintas novas ou manchas na pele, que mudam de tamanho, forma ou cor.

Além de se atentar aos sinais, é importante entender os tipos de prevenção do câncer que podem ser divididas em primárias ou secundárias.


A prevenção primária tem como objetivo impedir que o câncer se desenvolva, isso inclui a adoção de um modo de vida saudável e evitar a exposição a substâncias causadoras de câncer. Como:

  • Não fumar
  • Ter uma alimentação saudável
  • Manter o peso corporal adequado
  • Praticar atividade física
  • Amamentar
  • Fazer o exame preventivo ginecológico
  •  Vacinar crianças e adolescentes, dentro da faixa etária indicada, contra o HPV
  • Vacinar-se contra a hepatite B (cujo vírus causador está relacionado ao câncer de fígado)
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas
  • Limitar o consumo de carnes vermelhas a 500 gramas por semana
  •  Evitar comer carne processada (presunto, salsicha, linguiça, bacon, salame, mortadela, peito de peru, blanquet de peru etc).
  • Evitar a exposição ao sol entre 10h e 16h, usar sempre proteção adequada, como chapéu, barraca e protetor solar, inclusive nos lábios
  • Evitar a exposição a agentes cancerígenos no trabalho


O objetivo da prevenção secundária do câncer é detectar e tratar doenças pré-malignas (por exemplo, lesão causada pelo vírus HPV ou pólipos nas paredes do intestino) ou cânceres assintomáticos iniciais.


Normalmente, os tratamentos mais comuns para o câncer são: quimioterapia e radioterapia. Porém, esses são recursos que trazem vários e preocupantes efeitos colaterais. 

 

Existe também uma outra opção de tratamento que é menos agressiva: o canabidiol (CBD), um dos canabinóides extraído das plantas cannabis.


Para os sintomas do câncer, a cannabis é um tratamento holístico fundamental, como, por exemplo, para a dor, a cannabis pode realmente melhorar a qualidade de vida dos pacientes com câncer. Ao auxiliar na melhoria da qualidade de vida do paciente, a cannabis pode ajudar na adesão aos tratamentos anticâncer, auxiliando na recuperação.

De acordo com o site do Instituto Nacional do Câncer, indica que “os canabinóides podem ser úteis no tratamento dos efeitos colaterais do câncer e do tratamento do câncer”. As substâncias foram estudadas como formas de gerenciar os efeitos colaterais do câncer, incluindo dor, náusea, perda de apetite e ansiedade. O instituto também sugere que estudos em laboratório e em animais demonstraram que os canabinóides podem matar células cancerígenas enquanto protegem as células normais, já que eles podem inibir o crescimento do tumor, causando a morte celular e bloquear o desenvolvimento dos vasos sanguíneos necessários para o crescimento dos tumores.

Sempre que você tiver alguma dúvida sobre a prevenção do câncer ou alguma suspeita da doença, o médico oncologista deve ser procurado.

 

Fonte: Oncoguia
INCA (Instituto Nacional de Câncer)
Cannabis&Saude